Os pensamentos elevados de Deus

Precisamos ter muito cuidado com ensinamentos de homens. A verdadeira mensagem do evangelho é algo sobrenatural. Não tente entendê-la de forma natural. O que é natural? É dizer algo como: “Faça o seu melhor para agradar a Deus e, algum dia, quando Ele vir que você é sincero o suficiente, fiel o suficiente, então você receberá a sua bênção”. O sobrenatural, por outro lado, é quando Deus diz que eu sou justo em Cristo mesmo que eu ainda não veja a justiça em mim. Ele diz que eu sou nova criatura mesmo quando não vejo a transformação. As coisas de Deus são sobrenaturais e por isso somente podem ser recebidas por fé. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos,
os meus caminhos, diz o SENHOR, porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meu caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos. (Is 55.8-9).

Os pensamentos dos homens são naturais e terrenos, mas os pensamentos e os caminhos de Deus são elevados, porque são celestiais. Precisamos andar de acordo com os pensamentos e caminhos elevados do Senhor. Mas, pastor, eu não sei de que tipo de pensamento Deus quer que eu me afaste e quais são os caminhos errados dos quais eu devo me afastar. Como podemos entender os pensamentos de Deus? Isaías 55 nos mostra alguns dos elevados pensamentos e caminhos de Deus.

1- Compre sem dinheiro e sem preço
Ah! Todos vós, os que tendes sede, vinde às águas; e vós, os que não tendes dinheiro, vinde, comprai e comei; sim, vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite. (Is 55.1). A graça é sem dúvida o caminho elevado, enquanto a lei é o caminho do homem natural. Segundo a lei, tudo depende do homem, do seu esforço e da sua obediência. Assim, o homem natural sempre procura pagar pela bênção. Mas, segundo a graça, tudo depende de Cristo sua obra consumada.

O convite do Senhor é para que desfrutemos da sua graça. Nós somos muito pobres para poder comprar, e Ele muito rico para precisar vender, então só podemos receber de graça. O problema é que agora algumas pessoas estão tentando redefinir a graça. Elas dizem que graça não é apenas favor imerecido. Afirmam que graça seria uma capacitação. Mas isso, na verdade, é o homem fazendo. A Bíblia, porém, diz que, se é pela graça, não é mais obra, caso contrário, a graça não é mais graça (Rm 11.6). Graça é favor imerecido.

2 – Desfrute das fiéis misericórdias
Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, que consiste nas fiéis misericórdias prometidas a Davi. (Is 55.3).
Aqueles sedentos que vão às águas e bebem sem dinheiro e sem preço são agora feitos participantes de uma nova aliança, que é eterna. Essa aliança é baseada nas fiéis misericórdias prometidas a Davi. O Salmo 89 e 2 Samuel 7.12-17 descrevem a aliança de Deus com Davi. Segundo essa aliança, o trono de Davi seria eterno porque viria o seu descendente, cujo trono e reino nunca terá fim. Sabemos que o Senhor Jesus é o filho de Davi.

Mas as fiéis misericórdias constituem os elevados pensamentos de Deus. Segundo o pensamento do homem, o pecado cancela a promessa, mas o pensamento de Deus é que a graça será conosco para sempre e ela nunca será removida mesmo se cairmos. Se caímos, Ele nos disciplina, mas jamais removerá de nós a sua bondade. Conservar-lhe-ei para sempre a minha graça e, firme com ele, a minha aliança. Farei durar para sempre a sua descendência; e, o seu trono, como os dias do céu. Se os seus filhos desprezarem a minha lei e não andarem nos meus juízos, se violarem os meus preceitos e não guardarem os meus mandamentos, então, punirei com vara as suas transgressões e com açoites, a sua iniqüidade. Mas jamais retirarei dele a minha bondade, nem desmentirei a minha fidelidade. Não violarei a minha aliança, nem modificarei o que os meus lábios proferiram. (Sl 89.28-34)

3 – Experimente a riqueza do perdão
Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao SENHOR, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar. (Is 55.7). Precisamos nos afastar dos modos e pensamentos do homem natural. Veja que o texto diz que Senhor perdoará rica e abundantemente. Ele fará isso porque os seus pensamentos não são os nossos. A mente natural presume que Deus perdoa de má vontade, mas Ele nos perdoa abundantemente.

Alguns pensam que Deus perdoa, mas só depois que você faz muitos exercícios espirituais, depois de se sentir mal o suficiente a respeito do pecado e mostrar muita tristeza. Eles não acham que Deus nos perdoa de bom grado. Mas Deus está dizendo: “Os meus pensamentos não são como os seus. Estão muito acima dos seus pensamentos. Eu perdoarei rica e abundantemente, porque os meus pensamentos não são os seus pensamentos”.
Você sabe por que Deus perdoa rica e abundantemente? Porque está tudo pago. Deus amou tanto você que enviou o seu Filho para se tornar o seu substituto naquela cruz. E, quando Ele estava naquela cruz, toda condenação, terror e maldição que era para você caiu sobre Ele. Agora, através do sangue de Jesus, Deus tem um fundamento justo para nos perdoar.

Imagine uma situação em que você tenha errado com alguém. Você se desculpa e a pessoa diz que lhe perdoa, mas ela o faz de forma fria ou indiferente. Ela diz que lhe perdoa, mas seu rosto está desfigurado de insatisfação. Não é assim com Deus. Você compreende que às vezes um ato pode ser estragado pelo estilo? O Senhor não é apenas o salvador, mas um salvador que nos salva com amor. Se o pastor da centésima ovelha fosse um salvador mal-humorado, o resgate da ovelha teria um sentido completamente diferente.
No fim do dia, o pastor percebe que uma ovelha se perdeu. Muito contrariado, sai para procurá-la. Quando a encontra, qual a primeira palavra que ele diz:”Olha o trabalhão que você me deu! Na hora de entrar para jantar, precisei sair de casa no meio da escuridão para encontrá-la. Que vergonha!” Ele a pega nos ombros, mas, muito contrariado, lamenta como ela está pesada. No caminho, vai lembrando a ovelha de como está sendo difícil salvá-la. Quando chega à sua casa, ele quebra a perna da ovelha e diz: “Isso vai doer mais em mim que em você, mas vou quebrar a sua perna para o seu bem”. O difícil é a ovelha acreditar nisso. Ela vai declarar o Salmo 23, dizendo: “O Senhor é o meu pastor e Ele vai quebrar a minha perna”.

O Senhor não é um salvador assim. Ele está feliz de encontrar a ovelha. Quando chega a casa, Ele dá uma festa por tê-la achado. Ele não fica todo o tempo lembrando-o de como você é uma ovelha problemática, mas Ele é um salvador feliz por salvá-lo. Nunca pense que Deus desistiu de você porque você caiu tantas vezes que Ele perdeu a paciência. Não deixe que o maligno lance nenhuma dúvida sobre o quanto Ele pacientemente ama você e o traz de volta para os seus braços. Normalmente, pensamos que Deus rasgou o véu para que o homem pudesse entrar. Mas Deus rasgou o véu para Ele poder sair. Antes, Deus não podia sair, porque, quando Ele sai em sua santidade, o homem deve morrer. Ele não podia sair por causa da sua misericórdia para com o homem, porque o homem não pode atingir o seu padrão, então Ele se manteve no Santo dos Santos. Mas, quando Jesus morreu, o véu foi rasgado por uma mão invisível de cima para baixo, para significar que não foi o homem que o rasgou, Deus o rasgou e saiu para nos dizer: “Seja bem- vindo em casa!” O mesmo sangue que rasgou o véu removeu os seus pecados perfeitamente, hoje você é mais branco que a neve.

Tudo bem, pastor, mas você não pode pregar que Deus perdoa livremente, pois as pessoas sairão e viverão dissolutamente. Novamente, os seus pensamentos não são como os d’Ele. Os pensamentos de Deus são elevados. Se pregarmos a verdade, as pessoas viverão a verdade. Quando as pessoas creem certo, elas vivem corretamente. Aqueles que continuam pecando o fazem porque não entendem o perdão de Deus. Possuem um conceito muito baixo do perdão de Deus. Mas o próprio Senhor Jesus disse que aqueles que sabem que são muito perdoados esses o amarão muito mais. Os pensamentos de Deus são sempre sobre perdão, os nossos pensamentos são sobre justiça e
condenação. Temos dificuldade de crer que Deus perdoa livremente. Não é fácil crer que, se voltarmos para casa, Ele correrá para nos beijar.

4- Receba a palavra como chuva
Porque, assim como descem a chuva e a neve dos céus e para lá não tornam, sem que primeiro reguem a terra, e a fecundem, e a façam brotar, para dar semente ao semeador e pão ao que come, assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei. (Is 55.10-11).
A palavra de Deus é como a chuva e a neve que caem do céu. É bom que Deus não tenha deixado cair toda a sua sabedoria de forma concentrada. Nós não poderíamos recebê-la. Nossas mentes são muito limitadas, mas Ele deixou cair uma gota de cada vez como a chuva e a neve do céu. E essa chuva não volta para lá, mas rega a terra e a faz brotar para que possa dar semente ao semeador e pão ao que come. Você sabe por que você tem pão? Porque houve alguma semeadura. Faça da sua vida uma vida de semeadura e você estará sempre colhendo e suprindo outros com o pão.

Deus prometeu que sua palavra prosperará aonde quer que vá. Se você receber a palavra de Deus, ela prosperará em sua vida. Mas você tem recebido a palavra de Deus? Você quer se molhar, mas não quer estar sob a chuva. Digamos que a chuva é uma chuva de bênçãos e você se sente seco. Sua vida está seca, seu bolso está seco, tudo está seco, porque você não está debaixo da chuva. Vá para a chuva! O que é a chuva? A palavra de Deus. Goteje a minha doutrina como a chuva, destile a minha palavra como o orvalho, como chuvisco sobre a relva e como gotas de água sobre a erva. (Dt 32.2)

A chuva representa o ensino. Uma abundância de chuva é, na verdade, abundância de ensino e revelação da verdade do evangelho. Existe algo precioso sobre a chuva. Em Joel 2.23, lemos que o Senhor vai mandar a chuva temporã e a serôdia. Isso significa as primeiras e as últimas chuvas. Nós vivemos no tempo das últimas chuvas. Mas o que é precioso é que a palavra “chuva” é moreh,[m1]  que também significa “professor” em hebraico. Isso mostra que as últimas chuvas trarão uma grande revelação da palavra de Deus.

5. Seja uma bênção
Saireis com alegria e em paz sereis guiados; os montes e os outeiros romperão em cânticos diante de vós, e todas as árvores do campo baterão palmas. Em lugar do espinheiro, crescerá o cipreste, e em lugar da sarça crescerá a murta; e será isto glória para o SENHOR e memorial eterno, que jamais será extinto. (Is 55.12-13). Depois de receber a palavra de Deus, a palavra do perdão, a palavra da graça, você sairá com alegria e será guiado em paz. Não seja guiado por vozes do lado de fora. Não se deixe levar por sinais exteriores, mas permita-se ser guiado pela paz.

Deus o guia por dentro porque Ele está em você. Você é filho de Deus. Mas, no Antigo Testamento, eles não tinham o Espírito habitando dentro deles, por isso precisavam de sinais exteriores. O resultado de receber a palavra da graça é que você sai com alegria e é levado em paz. Seja sempre guiado pela paz. Antes de assinar qualquer coisa, seja guiado pela paz. Antes de fazer um negócio, seja guiado pela paz. É vital que entendamos que a maneira principal como Deus nos conduz é pela presença ou ausência de paz. Quando você é guiado pela paz, o que vai acontecer? As montanhas e os montes começam a cantar diante de você. Montanhas são sempre imagens de reinos ou pessoas em lugares altos. Isso significa que pessoas que realmente importam em sua vida lhe darão encorajamento.

Quando você recebe a palavra e sai com alegria, sendo guiado pela paz, os montes se rompem em cânticos e as árvores o aplaudem. Árvores também apontam para pessoas. Quando você sai, as montanhas e montes estão se regozijando e as árvores do campo estão batendo palmas. Você se torna uma bênção aonde quer que vá. Você traz alegria aonde quer que chegue. No verso 13, lemos que no lugar do espinheiro, crescerá o cipreste, e em lugar da sarça crescerá a murta. Em vez da maldição, representada pelo espinheiro, haverá o cipreste.
O espinheiro é o que eles usavam no passado para manter as ovelhas dentro do aprisco. Não era uma cerca de madeira como em nossas fazendas, mas uma cerca de espinhos. Então, em vez de um espinheiro, haverá o cipreste. Em outras palavras, a bênção estará à sua volta. Não haverá mais maldição.

Em vez da sarça, haverá a murta. Essa sarça é um tipo de urtiga. A urtiga produz muita irritação e coceira na pele, mas a murta é a mirra. A fragrância da mirra pode ser sentida de longe. Então, você sairá com alegria e será guiado em paz. As pessoas se alegrarão ao seu redor. Você será uma bênção aonde quer que vá. Algumas pessoas trazem alegria quando chegam, outros trazem alegria quando vão embora. Seja uma bênção em todos os lugares que você for. Então, você sairá com alegria e será guiado em paz. As pessoas se alegrarão ao seu redor. Você será uma bênção aonde quer que vá. Algumas pessoas trazem alegria quando chegam, outros trazem alegria quando vão embora. Seja uma bênção em todos os lugares que você for.

Perguntas para compartilhar:
1- Quando você e guiado pela paz, o que acontece?
2- Você sabe por que Deus perdoa rica e abundantemente?

Tags