O Homem de Verdade

por Naor Pedroza. Pastor da Videira em Goiânia (GO), e fundador do Ministério Radicais Livres.

Deus criou o homem à sua imagem para que ele pudesse refletir o seu caráter e personalidade

O homem deve ser gentil, mas é necessário que seja posicionado. Uma mulher jamais será feliz casada com um emasculado e muito menos com um machão, mas apenas com um único tipo de homem, o homem de Deus. Toda mulher deseja ser amada por um homem de verdade, não um emasculado, destituído de energia e de segurança, tampouco um machão que esconde sua insegurança na valentia e na ignorância. Nossos filhos precisam de um homem que seja o padrão de Deus para eles.

Sede vigilantes, permanecei firmes na fé, portai-vos varonilmente, fortalecei-vos. Todos os vossos atos sejam feitos com amor. (1Co 16.13)

Em 1 Coríntios 16.13, a Bíblia exorta o homem a ser homem. O homem detém as chaves das nações, e as nações estão em crise. Assim como o homem está, também está a nação, a família, a sociedade e o mundo. O homem está perdido, não sabe para onde está indo e o que ele é, sofre pela falta de identidade, e as consequências disso são terríveis para toda a humanidade.

O homem de Deus é firme, mas não é bruto; ele chora, mas não é chorão; lidera, mas não é áspero; é terno, mas não é fraco; é seguro, mas não ignorante; forte, mas não perde a sensibilidade.

Os papéis tradicionais do homem já lhe deram continuidade e equilíbrio de geração em geração. Mas hoje esses mesmos homens têm sido questionados acerca do que são e o que fazem, produzindo uma incerteza sobre o que significa ser homem e impedindo sejam o instrumento planejado por Deus para trazer a sua bênção à terra.

Quando os homens são ignorantes de sua verdadeira identidade, isso afeta não somente o seu próprio chamado e realização, mas também o da sua família e da sociedade como um todo. Aonde o homem vai, vai a família, a sociedade e o mundo. Se não lidarmos com essa crise de identidade masculina, toda a nossa geração estará comprometida.

Segundo o Dr. Myles Munroe, a resposta para os homens do século XXI é:

  • Definir seu valor baseado no propósito de Deus, em vez de nos papéis da sociedade.
  • Aprender a visão de Deus para a sua vida.
  • Continuar a viver na verdade do propósito da criação do homem.

O que é um homem de verdade? Alguém que conhece a realidade de quem ele é e que vive nessa realidade. Esse conhecimento começa com a compreensão de ter sido propositalmente criado por Deus.

Precisamos compreender que o propósito de qualquer coisa só pode ser encontrado na mente do seu criador. Por isso precisamos de uma identidade dada por Deus se queremos cumprir o verdadeiro propósito em nossas vidas. Precisamos aprender o que Deus desejava para nós originalmente. Para isso, precisamos voltar e redescobrir o plano original do Criador tanto para os homens quanto para as mulheres.

Precisamos voltar ao princípio, como Deus planejou

Somente saberemos o verdadeiro significado de nossa existência na medida em que entendermos nosso propósito global em relação ao Deus criador e à humanidade. Precisamos compreender como nos encaixamos nesse projeto maravilhoso chamado criação.

A primeira coisa que precisamos compreender é que ser homem é diferente de ser macho. O ser homem nos fala da humanidade, homem e mulher, criados como um espírito eterno para serem a semelhança e a imagem do Criador e com Ele terem comunhão. Ser macho, por sua vez, estabelece os propósitos de Deus para o ser masculino em relação à sua vida na terra.

Fomos criados como seres espirituais, para nos relacionar com Deus, para ser sua descendência, sua família, ter a mesma natureza do Pai. Ele deseja que o homem seja o receptor de tudo o que Ele é e tem. Isso mostra o seu grande amor inexplicável pelo homem.

Em muitos lugares, tem-se ensinado que Deus criou o universo e então decidiu criar o homem, mas isso não é verdade. Deus primeiro decidiu fazer o homem, e esse homem tornou-se a razão da criação do universo. É como alguém que está esperando um filho, antes de chegar, todas as coisas são organizadas em função dele e por causa dele. Para que Deus criaria todas as coisas de uma maneira tão maravilhosa? Para Ele mesmo ficar olhando e se maravilhando? O que pode ser criado que seja mais maravilhoso do que o próprio Criador? Nada. O mundo foi criado para esperar o filho que viria. Que coisa maravilhosa e inexplicável!

Somos tão importantes para Deus que Ele criou o universo inteiro por nossa causa. Não somente isso, Ele criou tudo com grande cuidado e se certificou de preparar o melhor ambiente para que pudéssemos nele viver. O fato de criar o mundo antes do homem não significa que o mundo em si fosse a sua intenção primeira, o mais importante, não. Antes, significa apenas que tudo estava sendo preparado para receber o filho que viria, o homem.

Assim como nos escolheu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor. (Ef 1.4)

Deus criou o homem à sua imagem para que ele pudesse refletir o caráter e a personalidade d’Ele – do seu Criador. O Salmo 82.6 diz que somos deuses, somos filhos do Altíssimo. Temos sua natureza, compartilhamos dos seus propósitos. Fomos feitos para revelar a natureza de Deus através de uma contínua comunhão com Ele.

Eu disse: sois deuses, sois todos filhos do Altíssimo. (Sl 82.6)

Deus também criou o homem para demonstrar sua sabedoria e bondade. Tudo isso trouxe a Cristo e ao estabelecimento da igreja.

[…] para que, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida, agora, dos principados e potestades nos lugares celestiais, segundo o eterno propósito que estabeleceu em Cristo Jesus, nosso Senhor. (Ef 3.10-11)

Ainda, sabemos que o homem também foi feito para compartilhar do governo de Deus sobre a terra.

Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio […] (Gn 1.26)

Deus nunca desejou governar sozinho, o amor não pensa assim. O propósito do domínio foi dado ao homem espiritual, antes da criação do homem e da mulher, conforme Gênesis 1.27. Portanto, espiritualmente, tanto o homem como a mulher têm a mesma responsabilidade com a terra, porque o governo foi dado ao homem espiritual que reside em ambos. Este foi o plano de Deus para o homem, mas agora precisamos compreender o plano de Deus para o homem como o macho da espécie.

© 2017 Igreja Videira. Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Alisson Martins