A revelação de um coração apaixonado

por Aluízio A. Silva, pastor presidente da Videira – Igreja em Células

Depois de ressuscitar dos mortos, o Senhor Jesus apareceu a muitas pessoas. Mas a quem Ele apareceu primeiro? A Maria Madalena. Isso está relatado em João 20.1 a 18.

O Senhor estava desejoso de aparecer a Pedro, pois ele estava vivendo um momento de profunda angústia. Mas Ele estava ainda mais desejoso de aparecer a Maria Madalena.

Ele estava ansioso para aparecer aos discípulos no caminho de Emaús, pois estavam indo no caminho errado. Mas Ele estava ainda mais ansioso para aparecer a Maria Madalena.

Ele estava com vontade de aparecer a João, o discípulo amado, mas estava com mais vontade ainda de aparecer a Maria Madalena.

Ele queria aparecer a Tomé por causa de sua incredulidade, mas Ele queria muito mais aparecer a Maria Madalena.

O Senhor apareceu a todos esses discípulos, todavia Ele apareceu primeiro a Maria Madalena. Por que o Senhor apareceu primeiro a ela? Eu creio que Maria Madalena é um modelo de um crente apaixonado pelo Senhor.

  1. O que ama é o último a partir e o primeiro a chegar

Maria Madalena foi a última a deixar o Calvário e a primeira a chegar ao túmulo. Ela não foi a única a ser salva ou a ser liberta de demônios, mas somente ela veio cedo ao túmulo do Senhor. Isso mostra a sua fome e desejo pelo Senhor Jesus.

Depois da sua ressurreição, o Evangelho de João relata que o Senhor apareceu quatro vezes aos seus discípulos. A primeira aparição foi para Maria Madalena. Ela tinha ido ao sepulcro de madrugada, quando ainda estava escuro. Maria Madalena tinha um coração cheio do Senhor, ela amava o Senhor profundamente (Jo 20.13).

Por que ela amava mais o Senhor? Simplesmente porque ela foi mais perdoada. O Senhor a tinha libertado da opressão de sete demônios.

O primeiro ato do Senhor após a ressurreição não foi algo majestoso (o que Ele, de fato, fez depois levando o seu sangue diante do santo dos santos no céu), mas foi algo simples e afetuoso, como enxugar as lágrimas de uma mulher.

Perguntou-lhe Jesus: Mulher, por que choras? A quem procuras? Ela, supondo ser ele o jardineiro, respondeu: Senhor, se tu o tiraste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei. Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltando-se, lhe disse, em hebraico: Raboni (que quer dizer Mestre)! (Jo 20.15-16)

Ela pensou que o Senhor fosse o jardineiro. Ela não estava tão errada assim, o primeiro jardineiro abriu mão de todo o jardim por causa de uma fruta. Mas o segundo Adão veio para comprar de volta todo o jardim de volta para Deus.

Na primeira vez que o Senhor falou com ela, disse: “Mulher, por que choras?” Isso nos fala do Deus criador falando com a sua criatura. Mas quando o Senhor a chama pelo nome, aí é o salvador chamando pela sua ovelha. As ovelhas conhecem a voz do seu pastor.

Alguns conhecem a preciosidade da obra do Senhor, mas não são todos os que percebem a preciosidade do Senhor. O que faz de Maria Madalena alguém especial é o seu interesse e paixão pelo próprio Senhor, e não por sua obra e bênção.

  1. Aquele que ama não tem para onde ir

Pedro e João voltaram à sua vida normal, mas Maria Madalena não conseguia deixar o túmulo.

Talvez Maria tenha pensado: “Uma vez que o Senhor está morto talvez eu possa pelo menos contemplar o seu rosto uma última vez”. Mas que surpresa perceber que o corpo havia desaparecido!

Ela comunicou a Pedro e João, que vieram e viram o túmulo vazio; mas, depois disso, eles simplesmente voltaram para casa. Eles ainda tinham um lugar para chamar de casa.

Mas Maria permaneceu na entrada do Túmulo chorando. Ela não tinha um lugar para ir. Talvez ela pensasse: “Vocês podem ir porque não sentem falta de sua presença, mas eu sinto”.

Os discípulos do Senhor podem partir. Aqueles que possuem um profundo conhecimento do Senhor podem partir. João, o discípulo amado, pode partir. Pedro, o corajoso, pode partir. Mas Maria, aquela que foi liberta de sete demônios, foi cativada pelo Senhor. Ela não pode partir.

  1. Nada pode cativar a atenção de um coração apaixonado

Enquanto chorava, ela viu dois anjos sentados onde Jesus estivera. Mas quando Maria viu os anjos, ela não ficou nem surpresa nem assustada. Ela ficou completamente ocupada pensando onde teriam colocado o corpo do Senhor.

Nem os anjos puderam cativar a atenção de Maria. Mateus 28.3-4 diz que eram fulgurantes como relâmpagos.

Ela não estava interessada em anjos, sua atenção era somente no Senhor. Alguém pode pensar quão alegre ela ficou por ter anjos falando consigo, mas o coração de Maria era o coração de uma viúva.

Havia apenas uma coisa que poderia fazer: chorar. Sem o Senhor, nada poderia satisfazê-la, nem Pedro, nem João e nem mesmo os anjos.

  1. Falta de conhecimento não é problema se nós temos um coração intenso e faminto pelo Senhor

O Senhor havia dito por quatro vezes que ressuscitaria dos mortos (Mt 16.21, 17.23, 20.19 e 26.32), mas Maria não sabia nada sobre isso. Todavia, apesar de sua ignorância, o Senhor se revelou primeiro a ela por causa do seu desejo intenso por Ele.

Maria Madalena não tinha uma fé inteligente. Mesmo depois de o Senhor ter dito várias vezes que iria morrer e depois ressuscitar ao terceiro dia, Maria Madalena não compreendia isso. Sua fé não era correta, mas seu coração era cheio de amor.

Eu creio que Deus pode tratar com pessoas cuja fé e doutrina não sejam completamente corretas, mas que possuem um coração para ele. Por outro lado, é mais difícil para o Espírito operar em pessoas cuja fé é doutrinariamente correta, mas cujo coração é frio para com o Senhor.

Pedro e João foram embora, e o Senhor não foi atrás deles; antes, preferiu se mostrar a alguém que estava completamente ocupada com Ele, faminta e sedenta por sua presença.

Depois disso, ela viu o Senhor, mas supôs ser o jardineiro. Ela apenas lhe perguntou: “Onde o colocaste?” Ela se esqueceu de mencionar o nome do Senhor. Para ela, todos deveriam conhecê-lo.

Nós não precisamos de mais conhecimento, nós precisamos de um coração perfeito como o de Maria Madalena.

  1. Não há dificuldade grande demais para aquele que ama

Não sabemos se Maria Madalena era fraca ou forte, mas era apenas uma mulher. Não obstante, ela disse: “Dize-me onde o puseste, e eu o levarei” (v. 15).

O amor não conhece dificuldade. Onde há amor, não há problema. Ela não ponderou em como faria, mas ela sabia que o levaria.

Diante de um coração assim, o Senhor não tem outra alternativa a não ser se revelar e consolar seu coração sedento. 

  1. O Senhor conhece pelo nome os que o amam

Como o Senhor se revelou a Maria? Ele apenas a chamou pelo nome.

A maneira como o Senhor se revela a nós é nos chamando pelo nome. Assim que o pastor chama a ovelha, os seus olhos se abrem imediatamente.

Se apenas ouvirmos a sua voz nos chamando na intimidade de nosso quarto, sentiremo-nos satisfeitos.

Jesus já havia dito algumas palavras e ela não o havia reconhecido, mas quando Ele disse: “Maria”, os seus olhos se abriram. Talvez Ele tenha dito de uma forma que somente Ele havia dito antes.

  1. Um novo nível de comunhão e intimidade

Por que Jesus proibiu Maria de tocá-lo? Alguns dizem que era porque Maria poderia segurá-lo e detê-lo por causa da grande alegria que sentiu ao vê-lo.

Outros dizem que Jesus, sendo as primícias, deveria ser primeiro para o desfrute do Pai na Glória.

Eu creio que tudo isso está correto, mas penso que há ainda uma outra razão: Ele desejava ensinar algo novo a Maria. A intimidade agora seria no espírito, e não pelo toque físico. Ela tinha conhecido o Senhor na carne, mas agora deveria conhecê-lo no espírito.

Nunca um homem havia subido ao céu. Jesus foi o primeiro; mas, depois d’Ele, todos os que creem também subirão.

Ele era o unigênito, mas depois da ressurreição, Ele pode dizer: “Vosso Pai”. Agora Ele é o primogênito, e nós, os muitos filhos que serão conduzidos à glória.

O maior segredo é um coração para Deus. Um coração para amá-lo e ser cheio de fome e sede por sua presença. Se houver em nós o coração de Maria Madalena, poderemos experimentar a revelação que ela teve antes de todos os outros. 

Perguntas para compartilhar:

– Como está o seu coração pelas coisas do Senhor?

– Qual tem sido o seu nível de relacionamento com Deus?

© 2017 Igreja Videira. Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Alisson Martins