A graça como método de todas as salvações de Deus

por Aluízio A. Silva, pastor presidente da Videira – Igreja em Células

Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, —pela graça sois salvos, e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas. (Ef 2.4-10)

O método da salvação eterna

Se há um consenso geral entre o povo de Deus, é que todo homem precisa ser salvo. Diante desse contexto, existe uma verdade básica a respeito do método da salvação eterna do Senhor, que é o texto de Efésios 2.8-9.

Apesar das diferenças de abordagem entre as principais linhas de pensamento teológico, como arminianos e calvinistas, todos concordam que “pela graça somos salvos, mediante a fé; e isto não vem de nós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie (Ef 2.8-9 – texto adaptado).

A grande questão é que esse caminho, ou método de Deus, para “aplicar a salvação” se refere a muitas outras circunstâncias. Penso que posso fazer uma afirmação ainda mais ousada, isto é, esse método usado por Deus para “aplicar a salvação” se refere a todas as circunstâncias da vida. Para chegarmos a essa conclusão, basta meditarmos um pouco sobre o amplo significado da elementar palavra “salvação” nas Escrituras.

Nesse momento, eu poderia ser um pouco mais direto ao apelar para a explicação da palavra “salvação” no grego, que é sozo, para trazer uma clareza mais objetiva de sua abrangência. Mas prefiro explicar por outro caminho, detendo-me nos próprios textos bíblicos na língua portuguesa, para que sua fé se apoie não em complexidades, mas na simplicidade da santa e poderosa Palavra de Deus.

O sentido mais comum do uso da palavra “salvação” entre nós cristãos se restringe, quase que exclusivamente, ao seguinte: “ser livre da condenação eterna e receber a vida eterna em Cristo Jesus”. Contudo, este não é o único significado da palavra “salvação” na Bíblia.

As salvações de Deus

Se não tivermos um entendimento claro a respeito de todas as “salvações” que Deus tem para nós, chegaremos a conclusões equivocadas, limitadas e podemos acabar distorcendo a Palavra de Deus. Tomemos um exemplo: se você comparar o texto de Efésios 2.8-9 com Mateus 10.21-22, perceberá uma aparente incoerência.

Se você for salvo por perseverar, sua salvação terá méritos, mas é impossível você se gloriar de sua salvação, segundo Efésios 2.9. Como explicar isso então? A explicação é que Deus tem várias salvações para nós. Precisamos ser salvos não apenas da condenação eterna. No caso do texto citado de Mateus, aquilo se refere a ser salvo da disciplina do Tribunal de Cristo.

Exemplos evidentes de outras salvações de Deus na Bíblia

  1. Salvação das tribulações 

Se ando em meio à tribulação, tu me refazes a vida; estendes a mão contra a ira dos meus inimigos; a tua destra me salva. (Sl 138.7).

Então, entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram. E eis que sobreveio no mar uma grande tempestade, de sorte que o barco era varrido pelas ondas. Entretanto, Jesus dormia. Mas os discípulos vieram acordá-lo, clamando: Senhor, salva-nos! Perecemos! Perguntou-lhes, então, Jesus: Por que sois tímidos, homens de pequena fé? E, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar; e fez-se grande bonança. E maravilharam-se os homens, dizendo: Quem é este que até os ventos e o mar lhe obedecem? (Mt 8.23-27)

  1. Salvação da impureza e do acúmulo de maldade 

Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus. Portanto, despojando-vos de toda impureza e acúmulo de maldade, acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma. (Tg 1.19-21)

  1. Salvação da imaturidade espiritual 

Despojando-vos, portanto, de toda maldade e dolo, de hipocrisias e invejas e de toda sorte de maledicências, desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação. (1Pe 2.1) 

  1. Salvação da enfermidade

E eis que uma mulher, que durante doze anos vinha padecendo de uma hemorragia, veio por trás dele e lhe tocou na orla da veste; porque dizia consigo mesma: Se eu apenas lhe tocar a veste, ficarei curada. E Jesus, voltando-se e vendo-a, disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou. E, desde aquele instante, a mulher ficou sã. (Mt 9.20-22)

5. Salvação do mundo

Os quais, noutro tempo, foram desobedientes quando a longanimidade de Deus aguardava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca, na qual poucos, a saber, oito pessoas, foram salvos, através da água, a qual, figurando o batismo, agora também vos salva, não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo. (1Pe 3.20-21).

O método da salvação para a única necessidade que é a salvação

Observando as “salvações de Deus” nas Escrituras, não podemos negar a seguinte verdade: todas as circunstâncias do passado, do presente e do futuro nesta era implicarão em algum tipo de salvação da parte de Deus. Avalie sinceramente e pausadamente essa afirmação que fizemos. Após, responda a seguinte pergunta: existe alguma área de sua vida em que você não necessite de algum tipo de salvação da parte de Deus? 

Diante dessa constatação de que a nossa única necessidade é algum tipo de salvação da parte de Deus, devemos considerar a pergunta mais importante de agora: qual foi o método usado por Deus para que eu recebesse a maior e mais importante das salvações, a minha salvação da condenação eterna?

A resposta a essa pergunta nos remete a Efésios 2: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie”.

Isso significa que toda salvação da parte de Deus é pela graça, mediante a fé; e isso não vem de nós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie (Ef 2.8-9).

Mas talvez você possa perguntar ainda: será que eu preciso voltar constantemente a essa verdade tão elementar sobre a salvação da condenação eterna, conforme Efésios 2.9-10?

Basta lermos Colossenses 2: “Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele”. Então considere: Como recebi Cristo Jesus? Pela graça, mediante a fé; e isto não vem de nós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie (Ef 2.8-9). Logo, se fui salvo pela graça, eu só posso andar ou viver em Cristo somente pela graça. É tudo pela graça.

Apelos à graça da salvação

Avalie por um momento, você só tem uma necessidade: salvações de Deus. O meio para essa necessidade única ser suprida é: pela graça, mediante a fé, e isso é dom de Deus, para que ninguém se glorie. E tudo isso não muda, porque, como você recebeu Cristo, assim você deve andar n’Ele! Aleluia!

O Pai lhe deu o presente maior de graça, a sua salvação eterna, de um modo que não lhe custou coisa alguma, para que você não temesse coisa alguma mais e, diante de qualquer necessidade, acreditasse: se a parte mais difícil, que foi me salvar da condenação eterna, operou em mim pela graça, todo o restante da minha vida só pode ser pela graça.

Conforme Romanos 8.31: “Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” Daí o apelo de Hebreus 12.2 para que fiquemos “olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus”. 

Eu sei que você já ouviu vozes em seus pensamentos ou em seus ouvidos dizendo coisas do tipo: “A salvação pode até ser pela graça, mas, para avançar, agora depende de mim”. Não espere em você mesmo, em suas próprias obras. No que devemos esperar então? Ouça a Palavra do Senhor em 1 Pedro 1.13: “Por isso, cingindo o vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que vos está sendo trazida na revelação de Jesus Cristo”. Espere inteiramente na graça!

É tudo pela graça

Considere comigo: todo o preço que pagamos na obra de Deus através da oração, do jejum, das ofertas, de tudo o que fazemos para o Senhor nunca será exatamente o preço equivalente àquilo que recebemos por consequência dessas boas obras.

Porque digo isso? Veja bem, uma alma vale mais que o mundo inteiro (Mt 16.26), e aí você ora e jejua por 21 dias e a pessoa é salva. Será que você pagou realmente o preço dessa alma? Estou certo de que não. Na verdade, é como se você participasse de uma promoção de almas: “Olha a alma! Hoje tem promoção, apenas 21 dias de jejum e você leva uma alma!” No fim de tudo, você vencerá pela graça!

“Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso: seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, sejam as coisas presentes, sejam as futuras, tudo é vosso, e vós, de Cristo, e Cristo, de Deus”. Não se glorie em homem algum, inclusive em você mesmo, porque tudo já lhe foi dado: “Tudo é vosso, e vós, de Cristo, e Cristo de Deus” (1Co 3.21-23). 

“Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele”. “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie” (Cl 2.6-9).

Quero encerrar lembrando uma antiga canção que infelizmente nos dias atuais costuma ser cantada apenas em velórios. Mesmo assim, ainda acredito que há muita vida nessa música. Salvo engano, o nome dela é “Graça”:

Quando terminar esta vida e lá no céu eu chegar

Haverá uma multidão de irmãos

Esperando pra me abraçar, e perguntarão a uma voz

Voltados para mim: “Oh, conta-nos como você, irmão,

Venceu e chegou aqui”

E falarei, e cantarei de Jesus que me salvou

Que por este pecador a si mesmo se entregou

Foi graça, graça, superabundante graça

Graça, graça, preciosa e doce graça

Foi graça, irmão, graça, irmão

Eu vos digo que foi assim

Foi só pela graça de Jesus

Que eu venci e cheguei aqui

PERGUNTAS PARA COMPARTILHAR

  1. Que entendimento você tem a respeito da salvação?
  2. Existe alguma área de sua vida em que você não precise de salvação da parte de Deus?
  3. De que maneira você pode vencer os obstáculos da vida pela graça?

© 2017 Igreja Videira. Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Alisson Martins